Com tecnologia do Blogger.

Receita de Peixe com Crosta Funcional

E que tal um peixinho com uma crosta cheia de nutrientes 'funcionais'!? Aqui temos proteína magra, antioxidantes, anti-inflamatorios, omega 3! Temos saciedade, sabor e é uma receita quase isenta de hidratos de carbono! 
Espero que experimentem, que gostem... e que partilhem como correu!! 😍


Ingredientes 💙

* 6 filetes de pescada, robalo, espada ou outro peixe branco.
* 2 limões
* 2 ovos
* 2 dentes de alho
* 1/2 chávena de castanhas do pará
* 2 c.sopa de chia
* 3 c.sopa de farinha de linhaça ou farinha de côco
* 1 punhado de ervas frescas como coentros ou manjericão

Modo de preparação💛

#1 Deixe o peixe a marinar no limão e no alho por algum tempo. 
#2 Triture as castanhas do pará, a chia, a linhaça e as ervas no triturador por apenas alguns segundos (para que fique 'trinquento' e não em pasta).
#3 Bata os dois ovos e envolva os filetes no mesmo. Envolva a crosta (ou deixe apenas por cima, como preferir). 
#4 Leve ao forno pré aquecida até dourar a crosta (cerca de 20'; o tempo varia com o forno - fiquem de olho). 

Fica DE-LI-CI-O-SO! 

Experimentem * 










Adoçantes artificiais e peso

Esta semana tem sido uma correria, com a formação em Lisboa, a semana da saúde do Plano D as saudades dos meninos, e a falta de horas de sono... Aprendi imenso na formação e no congresso, coisas que vou tentar passar para vocês! Mas hoje queria-vos falar de adoçantes:
Um assunto que falo imensas vezes em consulta.
Os pacotinhos de adoçantes invadiram os cafés da cidade e são cada vez de mais fácil acesso. Incorporam também os alimentos processados designados por 'light' ou 'diet', bolachas, iogurtes, gelatinas, enfim... a grande parte dos produtos alimentícios que estão associados ao 'emagrecimento'!

Mas será que são isentos de risco? Ou que promovem mesmo a perda de peso? 
O que é que a ciência nos mostra?

A literatura já comprovou que os refrigerantes adoçados com estes compostos artificiais não favorecem a saciedade, e podem ainda aumentar o consumo calórico do indivíduo. (ou seja, contribuindo para o excesso de peso).
Outro dado bastante observado é que existe uma relação direta entre o aumento de peso e o consumo de adoçantes artificiais (tanto em bebidas como em alimentos semi-sólidos como os iogurtes).

Pensa-se que pode ser explicado por alguns mecanismos biológicos:
 #1 adaptação ao sabor doce (ou seja, não nos desabituados do sabor doce)
 #2 maior absorção dos nutriente (pode mimetizar o efeito metabólico causado pelo açúcar)
 #3 não promovem saciedade (ou seja, pode levar-nos até a comer mais!)

Os adoçantes mais correlacionados foram a sacarina sódica e o acessulfame K. 

A stevia apresenta resultados controversos. Uns pesquisadores parecem mostrar que a stevia pode agir como disruptor endócrino, ou seja pode alterar a nossa função hormonal. Ou seja, não são uma recomendação 100% 'segura'.

E então açúcar ou adoçante? 

Na verdade nenhum... se vos tivesse que oferecer uma opção para 'adoçar' mais saudável, escolheria o mel de abelhas ou o açúcar de côco. 
Mas o ideal é aplicar a nutrição de forma funcional, ou seja optar por alimentos mais saudáveis no momento de substituir o açúcar ou o adoçante... estimular o paladar ao sabor natural dos alimentos!!!

PS * Cada vez mais a nutrição deve ser individualizada, o que 'funciona' com um, não funciona com outro!! Procurem um nutricionista para vos acompanhar.

Algumas referências bibliograficas acerca dos adoçantes:

ANTON, S.D.; MARTIN, C.K.; HAN, H. et al. Effects of stevia, aspartame, and sucrose on food intake, satiety, and postprandial glucose and insulin levels. Appetite; 55(1): 37–43, 2010.

BROWN, R.J.; DE BENATE, M.A.; ROTHER, K.I. Artificial Sweeteners: A systematic review of metabolic effects in youth. Int J Pediatr Obes; 5(4): 305–312, 2010

FOWLER, S.P.; WILLIAMS, K.; RESENDEZ, R.G. et al. Fueling the obesity epidemic? Artificially sweetened beverage use and long-term weight gain. Obesity (Silver Spring); 16(8):1894-900, 2008

NEMOSECK, T.M.; CARMODY, E.G.; FURCHNER-EVANSON, A. et al. Honey promotes lower weight gain, adiposity, and triglycerides than sucrose in rats. Nutr Res; 31(1):55-60, 2011

SWITHERS, S.E.; BAKER, C.R.; DAVIDSON, T.L. General and persistent effects of high intensity sweeteners on body weight gain and caloric compensation in rats. Behav Neurosci; 123(4): 772–780, 2009

SWITHERS, S.E.; MARTIN, A.A.; DAVIDSON T.L. High-Intensity Sweeteners and Energy Balance. Physiol Behav;100(1): 55–62, 2010

YANG, Q. Gain weight by “going diet”? Artificial sweeteners and the neurobiology of sugar craving. Yale J Biol Med;83:101-108, 2010



Receita de Bombom Saudável

Bom dia alegria!!

Hoje trago-vos um docinho saudável!
Foram feitos aqui no Porto Santo.. e não cheguei a tempo de tirar fotos a todos os bombons!!
Mas garanto-vos: são um sucesso.

Ingredientes

👉  2 c.sopa de farinha de côco
👉  2 c.sopa de xarope de ácer
👉  1 c.chá de extrato de baunilha
👉  3/4 de chávena de manteiga de amendoim crocante bio
👉  100g de chocolate preto (70% cacau)

Modo de preparação

👉   Numa taça misture muito bem todos os ingredientes com excepção do chocolate.
👉  Faça bolinhas pequeninas.
👉  Congele-as por cerca de 2 horas.
👉  Derreta o chocolate e envolva bolinha-a-bolinha. Deixe no frigorífico por mais 1 hora!


Espero que gostem!





Sumo de laranja podemos?

"Dra. Nádia, mas sumo de laranja posso, não posso?"

Ora bem, na verdade, depende do objetivo de cada um! 

Passo a explicar, se o que queremos é perder peso, controlar a glicémia ou 'sair' de um quadro de esteatose hepática(fígado gordo)... um sumo de laranja pode ser 'tudo menos 'inocente''!!

Pensem comigo: um sumo de laranja é feito com cerca de 2 a 4 laranjas, certo!? 
Ou seja, um copo com cerca de 300ml de sumo, tem à volta  de 31g de hidratos de carbono, sendo 24g de açúcar (frutose neste caso) [o equivalente a 4 a 5 'pacotes de açúcar'].

O que ingerimos da fruta passa a ser a sua 'água' e 'açúcar'. A fibra que é muito importante, fica retida!


Esta carga de açúcar desencadeia um aumento muito rápido da produção de insulina (resumindo: maior absorção, maior fome, maior inflamação)!! 


De uma forma geral, não podemos dizer que comer fruta é o mesmo que ingerir sumos de fruta. 

Sugestão: 

Em vez de um sumo de laranja, podemos 'pedir' uma água com rodelas de limão e gelo. Aumenta a saciedade, é outra fonte de vitamina C, e não tem açúcar! 


Se estivermos por casa, o melhor é comer a laranja inteira!

///

PS * Como em qualquer post, é importante ter em conta a nossa individualidade metabólica, as tolerâncias e preferências. Cada caso deve ser adaptado individualmente (e claro, a laranja não deixa de ser uma boa fonte de vitamina C quando precisamos)


Beijinhos .. e boas escolhas alimentares, 

Nádia Brazão 






Ref: 


 1991 Jul-Aug;17(4):274-8.
Postprandial glycemic response to orange juice and nondiet cola: is there a difference?
Sullivan MJScott RL.





Back to Top