Com tecnologia do Blogger.

Este Sábado há Nutrição em... Conversa!

Então, tudo apostos para uma Conversa de Nutrição? 

Tudo começou com um convite para a realização de um workshop de alimentação saudável, pelo MOVENOW, um projecto regional que tem como principal missão incentivar e motivar os cidadãos da Madeira a serem mais ativos! 

Aos poucos, e em conversa, decidimos dar ao 'nosso evento' um cariz solidário.

E eu, tendo uma paciente que trabalha na ABRAÇO - Delegação do Funchal (lá está, a nossa 'rede de contactos'), então lembrei-me logo dela. 

Se forem como eu, às vezes as informações passam-nos todas um bocadinho ao lado, e quando conhecemos alguém dentro do projecto, fica tudo mais claro, então este post serve também para 'conversarmos' acerca desta instituição: 

Por lá realizam vários projectos (apoio a famílias, transporte de cabazes alimentares, confecção e fornecimento de refeições quentes na instituição, etc.)... mas o que mais me tocou, foi o projecto a qual chamam ABC, onde acolhem diariamente crianças e jovens em risco de exclusão e marginalização social e familiar, dão-lhes refeições, apoio escolar e tudo o que possam precisar. Passo à descrição: 

[...Assim, é um trabalho que visa a integração familiar e socioeducativa de crianças/ jovens em risco de exclusão e marginalização social e familiar, numa perspetiva de prevenção e intervenção precoce, procurando promover condições adequadas para o seu desenvolvimento global, inclusão e para o exercício pleno da sua cidadania. Com efeito, aposta na participação das crianças e jovens como agentes do seu próprio processo de mudança; no envolvimento comunitário e responsabilidade social partilhada; nas parcerias interinstitucionais e intersectoriais, integrando vários saberes e perspetivas pertinentes e ainda na inovação.]

E ao que parece é sem dúvida um projecto de sucesso, que envolve uma equipa que precisa de ajuda e de todos os recursos que possam alcançar!!! 

...

E quanto ao nosso workshop: Venham, inscrevam-se ... tragam todas as dúvidas, porque vamos ter muito que conversar: chocolate, sono, exercício, vitamina d, intestino, omegas, especiarias, rótulos, gluten?! 

Ui ... Vamos organizar as nossas ideias, numa manhã de sábado que visa ser muito bem passada!! 

(E ao que parece.. com oferta de um nutribreak saudável, oferta do Plano D

O Workshop custam 10€: 5€ revertem diretamente para a Abraço + 5€ receberão em voucher serviços Plano D






Os pequenos-almoços do Zé

Acordar, espreguiçar, vestir a roupa, tomar o pequeno-almoço, lavar os dentes e sair de casa! Parece tão simples ... mas pode demorar um bocadinho mais se adicionarmos uma pitada do 'mau-feitio' matinal do Zé Pedro! ahah
Nunca tem muita fome de manhã, e por vezes demorava uma eternidade 'a mastigar' [e eu dava por mim a repetir 500x a frase: "come Zé", "come Zé", "come Zé"! ]

No início deste ano escolar decidimos (sugestão minha, é claro) nos sentar, e planear os pequenos-almoços. No momento, escrevi num papel - conversámos, e depois de decidirmos -  ele colou com fita-cola numa parede da cozinha... 
Ficou mais fácil para mim, e mais organizado para ele!

Os nossos critérios alimentares para elaborar a 'ementa' foram: biológicos, frescos, saborosos, rápidos, saudáveis!

🍓 Pão + manteiga + bebida vegetal

Normalmente usamos o pão de espelta ou o sem glúten de fermentação natural que costumam ter na mercearia do Plano D. Por vezes também compravamos o da 'Padaria Sésamo', mas ele não gosta tanto. A manteiga, costumamos usar uma 'manteiga vegetal' de côco, às vezes variamos com a manteiga bio. A bebida vegetal, é o leite de arroz (o único vegetal que ele gosta).

🍒  Panquecas 

A opção que ele mais gosta (e que me dá mais 'trabalho' haha)! Costumamos variar as farinhas: aveia, espelta, trigo-sarraceno, acrescentar sempre ovos caseiros e uma bebida vegetal. O topping costuma ser xarope de agave, mel de abelhas, compota de maçã sem adição de açúcar ou um creme de avelãs e cacau bio que ele adora. 

🍑  Ovo e fruta

É a mais rápida, a que ele adora e eu também! Um ovo cozido, e a fruta costumo preferir a banana, assim ele fica mais saciado até o meio da manhã. (não aconteceria o mesmo com a maçã ou a pêra). Costumo ter sempre ovos cozidos e bananas em casa. É uma boa opção para quando estamos atrasados eheh

🍐  Cereais e bebida vegetal

Ainda só acertamos com estes cereais de mel ou cacau biológicos, sem glúten. Dentro da gama do saudável, ainda não encontrei mais nenhum que ele gostasse.

🍋  Batido: uma peça de fruta + bebida vegetal + "despertar do buda" crianças (ou flocos de aveia)

Esta é outra opção que funciona super bem, para quando ele não tem muita fome. Basta triturar tudo, não posso deixar muito grosso, nem com 'pedaçinhos', mas ele bebe num instante! O despertar do buda que ele prefere é o de mirtilos.

[Quando ele não come fruta nas opções apresentadas...eu tento que ele coma sempre uma no caminho para a escola, mas nem sempre consigo!]

Por vezes repetimos durante a semana. Mas raramente faço outros pequenos-almoços para ele, não gosta de papas de aveia, nem de omoletes, nem de receitas muito 'misturadas'... ao contrário da #lapacorderosa. Ela bebe o leite dela, e come tudo o que os outros estão a comer! hehehe

Vou-vos deixar aqui com algumas fotos dos produtos que costumo usar. 
Espero que este post ajude aí por casa! 
Beijinhos

[PS * Fiquem atentos .. amanhã tenho uma novidade muito boaaa, muito solidária e muito natalícia!! Depois conto tudo :D]











E quando não se portam bem!?

Gosto tanto dos meus filhotes... gosto mesmo deles e passo imenso tempo a planear rotina, as conversas, enfim e tudo o que os 'rodeia'! Mas isto da educação é bem complicado!!

Ora sai uma mãe a correr do trabalho, desejosa de estar com os miúdos, cansada do seu dia e das tarefas que ainda se avizinham: banhos, jantar, dentes, livro, cama... 
E depois acontecem momentos como estes: 

Ao buscar a Pilar à escola: 

Depois da 'festa' habitual que a Pi faz quando me vê, olho para a educadora e pergunto: 'está tudo bem?!' 
Ao qual ela responde: "Hoje a Pilar despachou os amigos!"
Eu: "Despachou?" (já com os olhos arregalados de pânico!)
Ela: "Não escapou ninguém!!"

Errr ... no meu riso nervosinho, lá conversei com a educadora um bocadinho e a minha lapa de 1 ano e 2 meses achou de dar uma 'palmadinha' a todos os amiguinhos.

Depois, fui buscar o Zé Pedro à escola: 

Dá-me um beijo e diz-me: "Tive vermelho no comportamento"
... 

Quer dizer, anda aqui uma mãe a dar o litro, a fazer 30-por-uma-linha, sou simpática, converso, tento não gritar, não há tau-tau lá em casa... e tenho aqui um casalinho que enfim, digamos que tem a 'mão pesada'!!!

... Enfim, já se passaram alguns dias, e eu já estou mais calma! Mas sinto que isto da maternidade e da educação tem muito que se lhe diga.. é mais fácil ser nutricionista que ser mãe (mesmo com o excesso de informação que existe hoje em dia!) 

Na verdade, eu tinha a ideia mágica que os meus filhinhos nasciam todos muito bem educadinhos, alinhadinhos, perfeitinhos (estão a imaginar?!)... que não era preciso 'fazer' nada! Mas afinal, isto dá algum trabalho... e a questão é como? O que dizer? Como conversar? Onde é que estamos a errar? 

Ou será que é como a minha mãe diz: "Faz parte, são crianças, deixa estar" 

Também existem dessas dúvidas por aí?! 

Sei que acontecerá na Madeira, em Janeiro, uma pós-graduação em Parentalidade e Educação Positivas, eu adoraria estar presente, não estarei por motivos profissionais... mas acho que estou mesmo a precisar de algumas dicas de quem for! 

Ahh e já agora, depois desse dia fui para casa, e o que me apeteceu, foi fazer estas barrinhas com os dois - Chamam-se barrinhas da mãe desesperada!! ahah (estou a brincar) 


Barrinha de manteiga de amendoim: 3 ingredientes

Ingredientes
* 2 chávenas de flocos de aveia sem gluten
* 1 chávena de manteiga de amendoim crocante
* 1/2 chavena de mel de abelhas (ou geleia de arroz) 

Modo de preparar

#1 Numa panelinha a baixa temperatura, aqueça o mel e a manteiga de amendoim. 
#2 Junte à mistura os flocos de aveia. 
#3 Prepare um tabuleiro com papel vegetal e verta a mistura. 
#4 Prense bem e corte em quadradinhos. 
(Podemos levar ao forno por 10', ou deixa-las cruas no frigorifico)

[Podem juntar chia, linhaça, frutos secos, ou em vez de flocos de aveia usar millet, ou quinoa puff por exemplo). 


Realmente olhando para a foto, não tem ar de 'anjinhos'! 


São cumplices .. 












Novidades da Nutrição Funcional

Olá a todos!!

Tal como prometido vou partilhar aqui, umas luzes do que aprendi no fim de semana em Lisboa!
Para melhor enquadramento, na sexta feira frequentei um curso de 'Microbiota e Doenças neurológicas: Parkinson, Alzheimer e Depressão' - O curso foi.. FANTÁSTICO! Aprendi imenso, fiquei apaixonada!
E no Sábado foi o Congresso Europeu de Nutrição Funcional - organizado também pela Nutriscience. Enfim, um congresso muito bom, com um resumo das novidades científicas (também um encontro de amigos)! hehe

Queria-vos traduzir tudo ao pormenor... mas é impossível! E na verdade a nutrição é tudo menos simples!!

Mas não quis deixar de partilhar umas 'novidades' científicas, e coisas fixes que revi e aprendi:


#1 Para o tratamento dos problemas do foro neurológico, o foco não deve ser o cérebro, mas sim o intestino. Indivíduos com intestinos saudáveis têm menos ansiedade e depressão.

#2 Os probióticos apenas efectuam o seu 'benefício' após estarem mortos, ou seja, o novo 'tratamento' intestinal será com MAMPS = Padrão molecular associado a microorganismos (ou seja, probioticos-fantasma, ou paraprobioticos) - ADOREI ESTE TEMA!

#3 A suplementação com omega 3 de boa qualidade tem um efeito protector do sistema nervoso e preventor de depressão. É muito importante a qualidade e ingestão do omega 3 na nossa alimentação.

#4 O leite parece ter um efeito potenciador da mutação do P53 (um factor de transcrição que regula os nossos genes, e que está alterado no cancro).

#5 Fazer uma dieta de baixa carga ácida não é o mesmo que ingerir alimentos alcalinos, mas sim não ingerir alimentos inflamatórios. O uso 'rotineiro' e por muitos anos de alimentos inflamatórios é que altera o nosso metabolismo, provocando acidose e danificando profundamente os nossos tecidos.

#6 O ácido úrico está associado a muitos mais mecanismos, que não apenas 'à gota'. O ácido úrico aumentado aumenta o stress oxidativo, e diminui a forma ativa da vitamina D (um problema na sindrome metabólica).

#7 Quanto mais gordura temos no nosso corpo, maior a 'aromatase', maior a quantidade de 'estradiol', e menor a testesterona (o que não é muito simpático para os homens!)

#8 Ashwaganda é um suplemento, que parece melhorar o relaxamento, modular o stress, e melhorar os teores de testosterona (porque melhora a neurotransmissão dopaminergica com hormonas sexuais)

#9 O sucesso entre perder e manter o peso está fortemente associado a 300 minutos de atividade física moderada por semana.

#10 Quem já pratica exercício fisico há 2 anos, tem mais 15x de probabilidade de cumprir os 300' com prazer.

#11 Aumentar o fluxo energético, ou seja comer 'muito' e gastar 'muito' parece ser a melhor estratégia para aumentar o metabolismo e a oxidação de gordura.

#12 A dieta pobre em FODMAPS (leia-se mesmo assim: FODmaps) parece estar associada à melhoria dos sintomas das sindromes inflamatorias intestinais. Ainda carece de mais estudos, mas os resultados são promissores.

#13 O cacau é um excelente protector da pele. É mais bem absorvido quando em pó, de preferência biológico na dose de 1 c.chá/dia. Ou em barra com >70% cacau sem açúcar: 15 a 20g/dia.

#14 O alecrim e os cítricos têm um efeito de fotoproteção, e deixaram esta receita: 3 casca de laranja ou lima + 1/2 c.sopa de alecrim. Ferver as cascas, acrescentar o alecrim e esperar 5 minutos. Beber ao longo do dia, frio ou quente!

Não se esqueçam que são apenas mensagens soltas, sem enquadramento! O mesmo deve ser feito, e aplicado individualmente. Para acompanhamento, procure um nutricionista!

Espero que tenham gostado *


Back to Top